A gestão de indicadores pode ser utilizada para verificar o momento em que a sua empresa se encontra e, a partir disso, definir metas e objetivos para conquistar o sucesso.

Independentemente de quais serão os indicadores selecionados pela sua empresa, é necessário monitorar frequentemente para descobrir oportunidades e necessidades de melhoria.

Preparamos um artigo completo com definição, vantagens e um passo a passo para implementar a gestão de indicadores em sua empresa.

 

O que é gestão de indicadores?

A gestão de indicadores possibilita o monitoramento e a análise dos dados da empresa, identificando os resultados atuais e projetando onde se deseja chegar.  Por meio dessas informações, os gestores têm condições de fazer uma gestão estratégica e assertiva, tomando decisões baseadas em KPIs corretamente selecionados.

Além da gestão estratégica, é possível entender se a empresa está seguindo rumo aos objetivos principais, por meio, por exemplo, da definição de metas.

Uma empresa que realiza a correta gestão de indicadores consegue avaliar o próprio desempenho e melhorar a sua performance.

 

O que são indicadores?

Os indicadores são informações quantitativas que refletem o desempenho de um produto, processo ou equipe, mostrando, entre outros aspectos, a eficiência, nível de satisfação e qualidade com que é produzido.

Existem diferentes informações que podem ser coletadas para proporcionar a análise e, assim, melhorar os resultados da organização, a partir da implementação de indicadores em diferentes áreas como, por exemplo, finanças, contabilidade, recursos humanos, vendas, entre outras.

É necessário definir quais serão os indicadores mais relevantes para a sua organização, que permitirão mensurar, estudar e analisar os dados mais relevantes para o seu negócio.

Esses indicadores, ou KPIs, devem ser selecionados de acordo com a missão, visão, valores, propósito e objetivos da empresa, estando em comum acordo com a cultura organizacional, para que realmente façam sentido e direcionem as operações.

Objetivos e métricas devem ser os principais pontos para auxiliar na seleção dos seus indicadores. Dessa forma, será possível conhecer a fundo as necessidades da organização e, ainda, identificar as atividades, processos ou profissionais que necessitam elevar a sua performance.

Esses indicadores terão a principal tarefa de apoiar a tomada de decisão de gestores, de forma assertiva a partir da análise e avaliação dos resultados.

 

Quais são os principais indicadores para a gestão de uma empresa?

Com a presença dos indicadores adequados, será possível avaliar de forma constante a performance corporativa, analisando os dados necessários para realizar ajustes na organização e, assim, aumentar a sua competitividade frente ao mercado.

Os indicadores são utilizados para apresentar dados reais, mas também contribuem para que sejam realizadas projeções de curto, médio e longo prazo.

É possível implementar diferentes indicadores em uma empresa. No entanto, é necessário saber quais deles realmente fazem sentido e são relevantes para uma gestão eficaz.

A gestão de indicadores é a opção certa para tomar as melhores decisões, baseando-se em informações reais, e não em “instinto” ou “achismos”.

Confira abaixo os principais indicadores utilizados para a gestão empresarial e analise quais deles podem fazer a diferença em sua organização.

 

Indicadores de qualidade

Indicadores de qualidade são fundamentais para toda empresa que visa atender às expectativas dos seus consumidores e entregar, de fato, o que promete.

Exemplos de indicadores de qualidade são eficiência, eficácia, efetividade e atendimento.

No caso dos indicadores de eficiência, é possível medir a produtividade, a partir da mensuração do nível de utilização de recursos, como ferramentas, mão de obra, insumos, tecnologias, etc. Essa análise permitirá otimizar o uso dos recursos e, assim, potencializar a produtividade.

O indicador de eficácia, por sua vez, está mais relacionado à satisfação dos clientes. Alguns exemplos são a porcentagem de reclamação dos clientes, durabilidade dos produtos, rapidez no suporte, confiabilidade e desempenho do produto, serviço ou equipe.

Indicadores de efetividade são aqueles que ajudam a empresa a satisfazer os clientes, ao mesmo tempo em que reduz os custos e aumenta a lucratividade. São informações que buscam entender, por exemplo, se o serviço é relevante para o cliente a ponto de fidelizá-lo, se o processo ajuda a reduzir erros dos colaboradores e a aumentar o faturamento, entre outros.

Por fim, outro indicador importante de qualidade é o atendimento. Nesse quesito, é possível mensurar se a empresa cumpre com o que promete para o seu consumidor. Nessa etapa, o setor de pós-venda deverá ser um dos principais envolvidos na coleta de dados, realizando um excelente acompanhamento.

 

Indicadores de produtividade

Os indicadores de produtividade permitem avaliar a performance da empresa e, a partir disso, adotar as medidas necessárias.

Alguns exemplos de indicadores de produtividade são os de capacidade e de lucratividade.

O indicador de capacidade indica quanto a empresa é capaz de produzir em determinado tempo. Dessa forma, é possível identificar o que é possível otimizar para aumentar a produtividade.

O indicador de lucratividade permite analisar o lucro líquido da empresa, sabendo o valor que o negócio consegue ganhar em cada projeto, identificando, assim, a vantagem e viabilidade de cada ação da empresa.

 

Indicadores financeiros

Nesse tópico temos o faturamento e o ROI (Retorno sobre Investimento) como excelentes exemplos de indicadores.

O faturamento apresenta a receita que a empresa foi capaz de gerar durante um determinado período. Por sua vez, o ROI é o retorno sobre o investimento realizado, indicando qual o valor investido e quanto foi possível recuperar desse valor.

Indicadores financeiros também podem ser: receita bruta, receita líquida, custo fixo, custo variável, lucro bruto, lucro líquido, lucratividade, inadimplência e grau de endividamento.

 

Indicadores de competitividade

Os indicadores de competitividade ajudam a empresa a mensurar, monitorar e analisar as vantagens que as tornam mais competitiva frente aos seus concorrentes.

O Market Share, ou participação no mercado, é um excelente indicador de competitividade, responsável por mensurar a fatia de mercado que diz respeito à sua empresa.

Outros exemplos de indicadores de competitividade são o nível de satisfação dos clientes e o índice de rotatividade dos colaboradores.

 

Indicadores de estoque

A gestão do estoque pode ser muito mais efetiva se contar com os indicadores certos, como o giro de estoque e as perdas no estoque.

O giro de estoque indica os produtos de maior e menor saída, a fim de evitar desperdícios.

O indicador perdas no estoque é excelente para, como o próprio nome sugere, identificar perdas, mostrando quantos produtos foram descartados e, em alguns casos, até mesmo o motivo do descarte.

 

Indicadores de vendas

Os indicadores de vendas mais comuns são o ticket médio e a taxa de conversão. A partir desses dados é possível analisar o valor médio gasto nos pedidos, o valor gasto com a aquisição de clientes e, inclusive, o comportamento do cliente com relação à marca, indicando, assim, a sua satisfação.

Outros exemplos de indicadores de vendas são: as próprias vendas, vendas realizadas por cada vendedor, negócios prospectados, negócios prováveis, negócios fechados, comissionamentos, satisfação dos clientes e reclamações.

 

Indicadores de riscos

Para o indicador de risco temos o VPL – Valor Presente Líquido, responsável por avaliar a viabilidade de projetos, verificando a base potencial de retorno para a organização.

Por meio desse indicador poderá ser determinado qual o valor presente para pagamentos futuros, levando em consideração a taxa de juros e o investimento inicial.

 

Quais são as vantagens da gestão de indicadores?

Contar com uma gestão de indicadores eficaz traz diversas vantagens para a organização.

A visão integrada do desempenho contribui para uma gestão estratégica e orientada ao crescimento.

Confira abaixo quais são as principais vantagens:

  • Criação de estratégias para aproveitar oportunidades;
  • Solução eficiente de problemas;
  • Transparência na gestão empresarial;
  • Visão ampla e estratégica da empresa;
  • Organização e otimização de processos;
  • Acesso facilitado e rápido a informações;
  • Melhora na qualidade das entregas;
  • Fácil acompanhamento do andamento de projetos;
  • Eliminação de custos desnecessários;
  • Indicadores específicos para cada setor;
  • Projeção de resultados para curto, médio e longo prazo;
  • Tomada de decisões estratégicas;
  • Análise das ações planejadas;
  • Avaliação dos objetivos propostos;
  • Ganhos significativos de produtividade;
  • Análise de informações em tempo real.

São diversas as vantagens para empresas que decidem contar com o auxílio da gestão dos indicadores. Caso não possua um plano estratégico ou organizado para realizar a correta gestão dessas informações, confira abaixo como esse processo poderá ser implementado.

 

Como fazer a gestão de indicadores?

Para conquistar excelentes vantagens e as melhores oportunidades em sua organização através da gestão de indicadores, separamos um passo a passo para conferir como pode ser realizada a gestão de indicadores.

 

1. Defina os indicadores ideais para o seu negócio

Lembre-se de que os indicadores deverão estar alinhados às necessidades e objetivos da sua empresa. Não basta definir diversos indicadores, se estes não farão diferença para a tomada de decisões.

Ao mesmo tempo, também não se pode definir um único indicador para analisar a empresa. É necessário contar com vários indicadores que, inclusive, podem se complementar.

Dessa forma, será possível otimizar as ações em andamento, analisar a sazonalidade de vendas, propor mudanças, identificar insights, além de oportunidades.

O gestor deverá definir metas e objetivos para conseguir visualizar quais serão os indicadores que poderão auxiliar nesse processo.

O método SMART (específico, mensurável, atingível, realista e tangível), pode ser excelente para auxiliar a identificar os melhores indicadores.

 

2. Crie um plano de ação

A partir do plano de ação será possível traçar, definir e executar um plano completo, atribuindo responsabilidades aos gestores e colaboradores, para que toda a equipe esteja engajada e motivada a perseguir o que foi estipulado.

Nessa etapa, as atribuições e responsabilidades de todos os envolvidos devem ficar bem claras, para que todos possam trabalhar de forma direcionada, em busca dos mesmos objetivos.

 

3. Monitore os resultados

Um dos fatores que atrasa muito a conquista dos objetivos é deixar de lado o acompanhamento e análise dos indicadores. O monitoramento correto e periódico pode ser a chave do sucesso.

Uma boa prática é não deixar esse monitoramento restrito aos gestores, mas compartilhá-lo com todos os envolvidos no projeto.

Para isso, uma sugestão é fazer reuniões de monitoramento, nas quais poderão ser conferidos os resultados e identificados pontos de melhoria.

Para que o monitoramento dos indicadores faça parte da rotina dos envolvidos, uma boa medida é adotar um calendário que conte com as definições prévias das datas das reuniões periódicas.

 

4. Conte com ajuda da tecnologia

Contar com a ajuda da tecnologia, como sistemas de gestão integrada, poderá ser um grande passo para conquistar excelente desempenho. Conte com as ferramentas certas e poderá, assim, elevar o potencial de sua equipe e sua empresa.

Dependendo da solução utilizada, é possível contar com o auxílio de relatórios sobre os processos e outras funcionalidades que permitem um excelente acompanhamento dos indicadores, podendo ser alimentado e acompanhado de forma automática e tempo real.

 

5. Reajuste o que for necessário

Fazendo o monitoramento constante, será possível identificar pontos que precisam ser ajustados, tanto na gestão dos indicadores em si, quanto nos processos e entregas da empresa.

Assim, sempre que necessário, poderão ser realizadas intervenções, que contribuam para alinhar ainda mais o andamento das operações aos objetivos traçados.

 

Faça a gestão de indicadores de uma forma simples, ágil e efetiva

Com o nosso ERP, você pode integrar todas as informações da sua empresa em um único sistema, deixando-as disponíveis em tempo real para todas as partes interessadas!

Você ganha mais visibilidade das operações, com uma exibição clara e objetiva dos principais dados da sua empresa, estruturados de acordo com as necessidades do negócio.

Com isso, as decisões passam a ser mais ágeis e assertivas, baseadas em indicadores confiáveis!

Entre em contato conosco agora mesmo e veja como podemos ajudar a sua empresa a ter uma gestão de indicadores mais efetiva e potencializar os resultados!

E-mail: contato@forbiz.com.br
Telefone: (41) 4042-1026
WhatsApp: (41) 98785-2796