Não importa qual seja o negócio, a gestão de pessoas é a base e a causa do sucesso.

Mesmo – e principalmente – em empresas que almejam resultados exponenciais, que prezam pela alta performance ou que se transformam em “unicórnios”, se houver uma análise aprofundada sobre o seu modo de funcionar, a gestão de pessoas estará lá, sustentando a implementação dessas evoluções.

Isso porque a gestão de pessoas é a responsável pela criação e manutenção da cultura organizacional, essencial para orientar a forma como os colaboradores agem, trabalham e se sentem em relação à empresa, além de guiá-los (ou não) para o foco em resultados.

Além disso, também é fundamental para a sinergia existente entre equipes e lideranças, para a credibilidade da visão de futuro e para a clareza e o fortalecimento do propósito e dos diferenciais do negócio.

Para dar conta de tudo isso, é preciso que a gestão de pessoas seja bem estruturada, em torno de um conjunto de práticas, metodologias e políticas empresariais que visem desenvolver e potencializar o capital humano.

Para isso, ela pode se apoiar em alguns pilares.

 

Pilares para a boa gestão de pessoas

Quando o assunto é gestão de pessoas, em seu cerne estão… as pessoas!

E justamente por se tratar do ser humano, os pilares para a boa gestão podem ser aplicáveis a empresas de todos os portes e segmentos.

Já foram testados e deram resultados em várias organizações. Devido à sua flexibilidade e êxito, fazem parte das recomendações compartilhadas pela Harvard Business Review Brasil:

  • Em primeiro lugar, é preciso que a empresa preze pela humildade, desenvolva a inteligência analítica, defina quais resultados devem ser buscados e tenha disciplina para executar!
  • A liderança deve saber estabelecer senso de urgência e equilibrar curto e longo prazo.
  • Após a definição dos indicadores e das metas necessários para o alcance dos objetivos, deve haver um acompanhamento sistemático dos mesmos, mantendo o foco no resultado e nas entregas acordadas.
  • Colocar as pessoas certas nos lugares certos. Ter os melhores colaboradores e cuidar do seu desenvolvimento. “Primeiro quem, depois o restante…”
  • Dar mais frequência às reuniões de desempenho (torná-las mensais, por exemplo). Baseá-las em análise de dados referentes à performance e definição de ações para melhoria.
  • Buscar incansavelmente a eficiência organizacional (fazer mais com menos).

 

Gestão estratégica de pessoas

Peter Drucker, considerado o “pai da gestão” estava tão à frente do seu tempo que muitos dos seus ensinamentos continuam mais atuais do que nunca. Dois deles são especialmente úteis para o que queremos considerar como uma gestão verdadeiramente estratégica.

O primeiro é sobre a famosa diferença entre eficiência e eficácia. Ele acreditava que nada é tão inútil do que fazer com grande eficiência algo que não deveria ser feito. Daí a definição: “Eficiência é fazer certo as coisas. Eficácia é fazer as coisas certas”.

O segundo é sobre a coragem de abandonar o passado. Para Drucker, insistir em preservar o passado é mais arriscado do que construir o futuro. Por isso, ele alegava que as empresas deveriam deixar para trás tudo o que as impede de inovar, de avançar em novas direções e de prosperar.

 

E o que esses ensinamentos têm a ver com gestão estratégica de pessoas?

Simplesmente tudo!

A gestão de pessoas é repleta de tarefas operacionais e burocráticas que consomem muito tempo de quem precisa executá-las. Com a energia gasta nesse tipo de procedimento, a parte estratégica da gestão, que é sem dúvida a mais importante para o negócio, acaba sendo negligenciada ou deixada em segundo plano.

Assim, as planilhas estão em dia, os holerites, os benefícios e tudo o mais! Mas o alinhamento entre equipe e resultados esperados, a visão, a análise de mercado, os próximos passos, o desenvolvimento dos colaboradores… tudo fica para depois.

E isso só acontece porque algumas empresas insistem em fazer o que não precisa mais ser feito. Aliás, precisa sim. Mas não da forma como sempre foi – já que estamos em plena transformação digital.

A tecnologia veio para somar forças ao trabalho humano e automatizar processos, deixando as pessoas livres para focar na estratégia do negócio.

Mas aí entra o segundo ensinamento: para se abrir a esse mundo novo de possibilidades, é preciso ter coragem para deixar para trás o antigo.

 

Como um software pode ajudar na gestão de pessoas da sua empresa

Um software é capaz de integrar e automatizar todas as rotinas operacionais do RH, como gestão do ponto, processamento da folha de pagamento, gestão da remuneração, férias, avaliação de desempenho, gestão de talentos, do clima organizacional, entre outros.

O software possibilita o processamento dos dados de todos os colaboradores e facilita a análise dos mesmos, propiciando decisões mais fundamentas e assertivas.

Um dos softwares de gestão de pessoas mais conhecidos e eficazes é o HCM.

 

Você sabe o que é HCM?

HCM é um software de gestão do capital humano. É a sigla em inglês para Human Capital Management.

O software é resultado de um conjunto de práticas para a gestão dos recursos humanos que têm o objetivo de maximizar o potencial dos colaboradores e, consequentemente, a competitividade e sustentabilidade organizacional.

Baseia-se em três funcionalidades principais. Conheça-as a seguir.

 

As 3 principais funcionalidades do HCM

O HCM faz a gestão de todo o ciclo de vida do colaborador, podendo ser dividido em três funcionalidades principais:

  • Aquisição de talentos: o HCM ajuda a encontrar as pessoas certas e a reduzir o tempo normalmente gasto com o processo seletivo.
  • Gestão de talentos: aqui estão incluídos todos os aspectos necessários para a boa performance dos colaboradores, inclusive com o acompanhamento frequente do desempenho e ações de melhoria.
  • Otimização de talentos: com o foco estratégico, é possível não só desenvolver os colaboradores para as necessidades imediatas, como também prepará-los para o futuro.

 

Benefícios do HCM para sua empresa

Com o HCM, a sua empresa vai:

  • Transformar a experiência dos colaboradores;
  • Promover a autogestão;
  • Integrar todas as informações de RH em um sistema único;
  • Simplificar os processos do dia a dia;
  • Ter mais facilidade para analisar dados;
  • Criar melhores estratégias de desenvolvimento de pessoas;
  • Tomar decisões mais assertivas;
  • Descentralizar e/ou automatizar processos e rotinas de RH;
  • Aumentar produtividade e reduzir custos;
  • Ter garantia de segurança para armazenamento e gestão de dados;
  • Deixar os gestores atualizados em relação aos principais indicadores de sua equipe;
  • Estar em conformidade com a legislação vigente;
  • Estar 100% aderente ao e-Social.

 

Quer dar um up na gestão de pessoas da sua empresa?

Então, conte com a Forbiz uma empresa situada em Curitiba! Nós somos especialistas em HCM e temos um time altamente capacitado para entender suas necessidades e oferecer os módulos que vão revolucionar a gestão da sua empresa!

Como diria Peter Drucker, tenha coragem para abandonar o passado! Aproveite todos os benefícios que a tecnologia pode trazer ao seu negócio!

 

Entre em contato, será um prazer conversar com você!

E-mail: contato@forbiz.com.br

Telefone: (41) 4042-1026

WhatsApp: (41) 99111-3111