Descubra o que é HCM e a sua importância para a gestão de pessoas!

Existe uma máxima que diz que quase tudo no mundo dos negócios pode ser copiado, exceto o talento.

Logo, o maior diferencial competitivo que uma empresa pode ter não são seus produtos ou seu modo de operar, e sim as pessoas que fazem parte dela.

Por isso, gerir pessoas não pode se resumir a tarefas operacionais e pouco agregadoras. A gestão de pessoas é o combustível que alimenta quem dá vida à organização!

Portanto, é preciso otimizar e automatizar os processos do RH, para que ele se torne cada vez mais estratégico e possa fazer o que sabe de melhor: cuidar de gente!

Como? Usando a tecnologia a favor da sua empresa! Descubra como o HCM, um software para gestão de pessoas, pode potencializar seu capital humano!

 

O que é HCM?

O HCM é um dos principais softwares para RH utilizado por organizações que buscam agilidade, inovação e competitividade. Tais empresas sabem que só serão capazes de conseguir tudo isso se investirem no que têm de mais precioso: seus colaboradores.

HCM é a sigla em inglês para Human Capital Management, cuja tradução livre para o português é Gestão do Capital Humano.

Por isso, antes de falarmos especificamente sobre esse software para RH, sobre o porquê as empresas deveriam usá-lo e as principais vantagens que ele traz, vamos explicar o que é capital e o que é capital humano.

 

Capital

Capital é o que permite que indivíduos e organizações entreguem resultados de alta qualidade, atuando como catalisador para aumentar a produtividade nas organizações, conforme explica o Management Study Guide.

Para que as definições acima sejam atingíveis, ou seja, para que os resultados sejam entregues, para que tenham alta qualidade e para que a produtividade seja elevada, as organizações precisam investir no que é a base disso tudo: as pessoas.

 

Capital humano

As pessoas formam o capital humano das empresas. O capital humano, por sua vez, é o “estoque coletivo” dos conhecimentos, habilidades, qualidades e expertise dos colaboradores, conforme também explica o Management Study Guide.

Em outras palavras, podemos considerar que cada colaborador já chega na organização com uma bagagem de conhecimento e de experiência de vida.

Ao longo do tempo, somam-se a isso os aprendizados que ele vai adquirindo com a prática, com ações de treinamento e desenvolvimento e com vários outros fatores aos quais é exposto no dia a dia, dentro ou fora dos limites organizacionais.

Todos esses fatores contribuem tanto para aumentar a performance desse colaborador em específico quanto para encorpar o “estoque coletivo”.

O “estoque coletivo”, ou seja, o capital humano, costuma exercer um papel fundamental no desempenho das organizações e, não raro, torna-se a principal vantagem competitiva das mesmas.

 

A gestão do capital humano

Devido a toda sua importância, o capital humano não poderia ser deixado ao acaso, não é mesmo?

Há muito tempo, as organizações perceberam a importância de desenvolvê-lo e geri-lo, e estão sempre em busca das melhores soluções.

O advento da tecnologia, ocorrido especialmente nos últimos anos, vem exercendo forte influência na eficiência da gestão do capital humano.

As organizações passaram a utilizar o suporte tecnológico para implementar e aperfeiçoar estratégias de contratação, retenção e desenvolvimento de profissionais de alto desempenho, aumentando, assim, a competitividade e os resultados organizacionais.

Entre as soluções apoiadas pela tecnologia, uma das que mais merece destaque é o HCM (Human Capital Management), um software criado especificamente para a gestão do capital humano.

Nós já falamos um pouco sobre o HCM, suas principais funcionalidades e benefícios no texto A gestão de pessoas é a base e a causa do sucesso. Confira!

 

Qual a importância do HCM para a gestão de pessoas?

Normalmente, as questões ligadas aos colaboradores e à experiência que eles têm em trabalhar para a empresa são fruto do trabalho do setor de Recursos Humanos.

Um dos principais objetivos em fazer uso do HCM para gerir o capital humano é acelerar a transformação digital, principalmente dentro do RH.

Gestores e colaboradores dessa área ainda têm muito do seu tempo sendo consumido por tarefas operacionais que poderiam ser automatizadas e otimizadas com a implantação do HCM, como contratações, férias, licenças, demissões e, principalmente, a folha de pagamento.

Com a automatização desses processos, os profissionais de RH têm mais disponibilidade e energia para pensar em questões estratégicas e fundamentais para a empresa, como a experiência do colaborador.

 

Quer fazer uma boa gestão? Seja estratégico ao cuidar dos colaboradores…

Bons candidatos ou profissionais de alto desempenho levam muito em consideração a experiência que a empresa oferece durante a sua jornada. Portanto, se a sua empresa quer preservar esses profissionais, precisa cuidar deles! Você pode saber mais sobre Gestão de Talentos aqui.

Para auxiliar nessas questões mais estratégicas, o HCM ainda permite a análise integral de dados e indicadores sobre os talentos, possibilitando que os gestores diretos, direcionados por estratégias mapeadas pelo RH, interfiram para a eliminação de aspectos prejudiciais e contribuam para o aumento de performance, fazendo também projeções de crescimento dentro da organização.

Todas essas informações, reunidas em um só sistema, tornam as tomadas de decisão muito mais ágeis e assertivas, favorecendo, mais uma vez, a competitividade da empresa.

 

As principais vantagens do HCM para a gestão de pessoas

Além de descentralizar a gestão de pessoas, desafogar o RH, abastecer os gestores com indicadores em tempo real sobre a sua equipe e estimular a autogestão por parte dos colaboradores, o HCM também:

 

  • Eleva a produtividade dos profissionais

Como os gestores conseguem acompanhar de uma forma muito efetiva a performance dos seus colaboradores, por meio da mensuração de dados, a capacidade analítica da empresa é ampliada, possibilitando as melhores decisões para o aumento de produtividade de cada profissional. Afinal, como afirmava Peter Drucker, “o que pode ser medido, pode ser melhorado”.

 

  • Reduz custos

O HCM auxilia em todo o processo de contratação e seleção de colaboradores, elaborando testes, analisando perfil, enfim, cumprindo todas as etapas para encontrar as pessoas certas e reduzir as chances de erro. Com isso, o custo que a organização costuma ter com esse processo é drasticamente reduzido.

Além disso, devido a automação que o software é capaz de implementar nos mais variados processos do RH, os colaboradores têm mais tempo para focar em assuntos estratégicos, diminuindo o custo com tarefas operacionais.

Por fim, por ter um acompanhamento claro de desempenho, as ações de melhoria são mais claras e assertivas, assim como o investimento em desenvolvimento, reduzindo as despesas com ações “às cegas”.

 

  • É totalmente personalizado para cada empresa

Além de ser modular, ou seja, você só contrata os módulos que fazem sentido para sua empresa ou os que são mais urgentes no momento, o HCM também é customizado de acordo com a realidade da sua organização e do mercado no qual ela atua, abrangendo, é claro, as diretrizes e estratégias do seu RH.

O ideal é que você opte por um software brasileiro, garantindo compliance com a legislação e aderência ao eSocial.

 

Como o HCM funciona?

Podemos considerar que o HCM funciona como um grande banco de dados integrado, interativo e atualizado, que permite que as informações sobre o capital humano sejam armazenadas, analisadas e distribuídas para as partes interessadas.

A partir dessa análise e descentralização das informações, gestores e profissionais de Recursos Humanos podem tomar as melhores decisões com o objetivo de mensurar e potencializar o valor que cada colaborador pode agregar à organização durante todo o seu ciclo, abrangendo:

 

  • Aquisição de talentos:

    O HCM ajuda a encontrar as pessoas certas e a reduzir o tempo normalmente gasto com o processo seletivo.

 

  • Gestão de talentos:

    O sistema trabalha todos os aspectos necessários para a boa performance dos colaboradores, inclusive com o acompanhamento frequente do desempenho e ações de melhoria.

 

  • Otimização de talentos:

    Com o foco estratégico, é possível não só desenvolver os colaboradores para as necessidades imediatas, como também prepará-los para o futuro.

 

Além disso, o HCM também automatiza muitas funções do RH, contribuindo para que a gestão seja feita de forma mais efetiva, para que a produtividade desse setor aumente e para que ele tenha um posicionamento mais estratégico na organização.

O sistema também estimula o protagonismo e a autonomia dos colaboradores, que conseguem acompanhar seu desempenho, atualizar seus dados quando necessário, bem como consultar informações e resolver pendências sem precisar se deslocar até o RH.

 

Módulos do HCM

O HCM é um sistema modular, ou seja, é possível escolher quais funcionalidades fazem mais sentido para a realidade da empresa e do mercado em que está inserida.

Entre os principais módulos de um sistema HCM, destacam-se:

 

  • Painel de gestão:

    Esse módulo ajuda a simplificar a gestão organizacional, pois disponibiliza os principais indicadores coletivos e individuais aos gestores e colaboradores, promovendo a autogestão e contribuindo para uma gestão de equipes mais moderna, ágil e efetiva.

 

  • Planejamento de pessoal:

    Permite a simulação e o cálculo do impacto financeiro com base em diversos cenários, contribuindo para a elaboração e gestão completa do orçamento de pessoal.

 

  • Recrutamento e seleção:

    Torna possível controlar todo o processo de recrutamento e seleção, automatizando as etapas e eliminando triagens manuais. Utiliza métodos científicos para selecionar candidatos, ordena-os automaticamente de forma escalável e prevê o potencial de performance e de aderência à cultura organizacional.

 

  • Admissão:

    Após a seleção, vem a admissão. Com esse módulo, o processo se torna muito mais ágil e digital. Entre outras coisas, é possível eliminar a necessidade de deslocamentos e estabelecer uma comunicação fluída com o contratado. Além disso, a empresa oferece uma experiência única para o novo colaborador!

 

  • Pesquisa de clima contínua:

    Permite implementar na empresa uma cultura de melhoria contínua do clima, ouvindo frequentemente os colaboradores. É possível personalizar o questionário e dispará-lo diariamente, semanalmente ou quinzenalmente. Assim, o engajamento é monitorado em tempo real e as ações de melhoria são rápidas e efetivas!

 

  • Gestão da remuneração:

    Com esse módulo é possível garantir que as remunerações serão justas e transparentes. É possível usar o conceito de People Analytics para ter visibilidade da relação da remuneração com o desempenho, além de democratizar as informações para os gestores, que podem tomar decisões baseadas em dados e de forma muito mais efetiva.

 

  • Administração de pessoal:

    Esse módulo confere agilidade, segurança e compliance nas relações trabalhistas. Ele reduz os processos manuais e gerencia com eficiência o pagamento de salários, horas extras, faltas, 13º, férias, admissões e mais. O processamento da folha de pagamento se torna automatizado, otimizado e seguro, além de ser 100% aderente ao eSocial.

 

  • Saúde e segurança:

    Permite manter o PPP e o LTCAT sempre prontos para eventuais comprovações. Além disso, também é possível eliminar a necessidade de armazenagem de fichas em papel, distribuindo os EPIs eletronicamente e comprovando por meio de biometria.

 

  • Gestão do ponto:

    Com o módulo gestão do ponto, é possível aumentar em até 60% a produtividade no processo de acerto de ponto! Ele ajuda também a deixar a empresa em compliance com as Portarias 1.510 e 373 do MTE, além de reduzir em até 35% as solicitações de ajuste após o fechamento.

 

  • Gestão de desempenho:

    Ajuda a simplificar, atualizar e otimizar a gestão de desempenho, eliminando a subjetividade, os vieses inconscientes e os processos improdutivos. É possível monitorar os indicadores em tempo real, acompanhando o progresso individual de cada profissional e, ao mesmo tempo, tendo uma visão holística da empresa.

 

  • Gestão de carreira e sucessão:

    Com esse módulo é possível mapear as trilhas de carreira para cada colaborador, identificar as posições-chave da organização e os riscos de perda, reter as pessoas com visão de carreira, além de outras vantagens que permitem automatizar e otimizar toda a gestão de carreira e sucessão.

 

  • Rede social corporativa:

    Permite potencializar a comunicação da empresa, conectando todos os colaboradores, do estagiário ao CEO. Assim, o trabalho se torna mais simples e produtivo, e o ambiente mais integrado e colaborativo, favorecendo o engajamento, a inovação e a troca de conhecimento entre pessoas.

 

People Analytics

People Analytics não é especificamente um módulo do HCM, mas é uma ferramenta importantíssima! Afinal, nos dias de hoje, quem tem dados tem tudo!

Claro que não basta apenas ter. É preciso interpretá-los, tomar decisões e agir com base nesta análise. Nesse sentido, People Analytics é uma “mão na roda”!

People Analytics é, por definição, uma abordagem orientada a dados, envolvendo o processo de coleta, organização e análise aplicada à gestão de pessoas.

Dessa forma, é possível identificar comportamentos, padrões e tendências, o que permite tomadas de decisões mais efetivas e ajustes certeiros na estratégia.

Isso alavanca a performance e, consequentemente, o resultado das organizações, já que todos os processos passam a ser embasados em dados concretos, dando fim à subjetividade existente na gestão.

Um HCM de alta qualidade conta com a ferramenta People Analytics, apresentando informações claras e precisas para que gestores, líderes e RH possam analisar e tomar decisões assertivas.

Mas quais são as informações disponíveis? O que pode ser visto nesses Analytics?

Nosso consultor de serviços HCM, Jefferson Reisdorfer, dá alguns exemplos de Analytics disponíveis:

 

Equipe

  • Liderados: Ficam disponíveis os dados públicos dos colaboradores que fazem parte da equipe do Gestor. Dados resumidos e detalhados de contrato de trabalho, endereço, telefones de contato, feedbacks, planos de desenvolvimento.
  • Efetivo por tipo de contrato: Demonstra a quantificação de colaboradores pelos tipos de contratos de trabalho.
  • Nível de escolaridade da equipe: Demonstra a quantificação de colaboradores pelos níveis de escolaridade, sendo possível visualizar no detalhe quem são os colaboradores.
  • Força de trabalho por geração: Demonstra a quantificação de colaboradores pelas gerações, sendo divididos em: Baby Boomer, Geração X, Geração Y, Geração Z.
  • Admissões e desligamentos. Demonstra a quantificação de admissões e desligamentos realizadas no período de 4 meses.

 

Ponto

  • Acerto: São demonstrados os totais de pendências de acerto, tanto de gestor, quanto de colaborador, e o total de finalizados dentro do período de competência. A partir deste Analytics, é possível ser direcionado para a tela de Acertos de Ponto.
  • Status atual dos acertos: São demonstrados os totais de pendências de acerto por situação dentro do período de competência.
  • Horas: Apresenta um resumo de horas trabalhadas, faltas, afastamentos e horas extras dentro do período de competência.
  • Média de horas: Apresenta a média de horas trabalhadas, faltas, afastamentos e horas extras no período de 12 meses.
  • Horas extras no período de apuração: Apresenta a quantificação e a valorização do custo estimado das horas extras no período de apuração.
  • Saldo de banco de horas: Demonstra a quantificação do saldo de banco de horas dos colaboradores no último dia da competência, sendo positivo ou negativo. É possível, inclusive, entrar no detalhe de colaborador e seu saldo.
  • Fechamento de banco de horas: Demonstra o total de horas a serem pagas ou descontadas no último dia da competência.
  • Total de pagamentos do banco de horas: Demonstra a soma de horas a serem pagas no mês.
  • Total de descontos do banco de horas: Demonstra a soma de horas a serem descontadas no mês.
  • Projeção de pagamentos do banco de horas: Demonstra a projeção de horas a serem pagas nos próximos 6 meses.
  • Projeção de descontos do banco de horas: Demonstra a projeção de horas a serem descontadas nos próximos 6 meses.
  • Projeção de horas do banco de horas: Demonstra a projeção de horas a serem pagas e descontadas nos próximos 6 meses.
  • Absenteísmo: Demonstra a quantificação de horas faltas dos últimos 4 meses. Podem ser buscadas pelo cadastro de situações e divididas em: faltas não justificadas, faltas justificadas (exceto atestado médico), faltas justificadas (atestado médico).

 

Folha

  • Períodos concessivos de férias: Demonstra a situação dos períodos de férias em períodos concessivos vencidos, a vencer nos próximos 90 dias e de 90 dias até 180 dias. Também é possível projetar acima de 180 dias.
  • Custo total da folha de pagamento: Demonstra a soma dos salários e vencimentos dos últimos 4 meses.
  • Horas extras: Demonstra os dados de horas extras dos últimos 4 meses.
  • Contratos: Demonstra a quantidade de contratos com prazo determinado da equipe, a vencer sempre no período de 90 dias.

 

Como escolher o melhor HCM para a sua empresa?

A implementação de um HCM tem grande impacto sobre a organização. Por isso, a escolha deve ser feita com cuidado. Para te ajudar neste momento, listamos abaixo alguns fatores que você precisa considerar:

 

  • Analise o cenário atual e as perspectivas para o futuro

Em primeiro lugar, é preciso fazer uma análise interna e identificar como está a situação atual da sua organização e como é feita a gestão de pessoas. Assim, você consegue fazer um levantamento do que precisa ser melhorado.

Porém, você também deve considerar as projeções para o futuro, pois o HCM escolhido deve atender às necessidades do momento, bem como suportar (e impulsionar) o crescimento.

 

  • Entenda o que o sistema oferece

É fundamental ter a certeza de que o HCM a ser contratado irá atender às demandas da sua empresa, contando com indicadores, dashboards e analytics para orientar a gestão e embasar a tomada de decisão.

Também é preciso analisar a interface do usuário, pois o sistema deve ser amigável e de fácil entendimento para os colaboradores que irão operá-lo.

Além disso, para garantir compliance com a legislação e para poder contar com um suporte ágil e de qualidade, o ideal é optar por soluções fabricadas no Brasil.

 

  • Envolva as partes interessadas

Um sistema para a gestão de pessoas extrapola os limites do RH e envolve também outros setores, como TI e alta liderança.

É preciso que todos os envolvidos participem desse processo, que identifiquem os gargalos que encontram no modo como a gestão acontece e decidam, conjuntamente, se o HCM em questão é o ideal para a resolução dos problemas e potencialização do pessoal.

 

  • Peça recomendações

Antes de “bater o martelo”, procure se informar com profissionais que já usam o sistema sobre qual a opinião que eles têm em relação à performance e usabilidade.

Outro aspecto interessante é que muitos sistemas já foram premiados por apresentar um excelente desempenho!

Ou seja, existem opções incríveis de HCM no mercado! Lembre-se que esse será um “relacionamento de longo prazo”, portanto, escolha com calma e sabedoria!

 

Quer saber as vantagens que o HCM pode trazer especificamente para a sua empresa?

Entre em contato com os nossos especialistas!

Eles vão entender suas necessidades e saberão exatamente como o HCM pode ser customizado para revolucionar a gestão do capital humano da sua empresa!

Esperamos seu contato, será um prazer conversar com você!

E-mail: contato@forbiz.com.br
Telefone: (41) 4042-1026
WhatsApp: (41) 98785-2796