Qual é a função do RH nas empresas? Como esse setor atua e impacta a vida dos colaboradores de uma organização? Quais são as funções atribuídas a essa área cada vez mais estratégica e dotada de tecnologias cada vez mais avançadas?

Por muito tempo, o RH foi considerado responsável apenas pela emissão de holerites, cálculo de impostos, adequação à legislação trabalhista, além de outras tarefas burocráticas.

No entanto, essa visão foi deixada no passado e, atualmente, o RH passou a ser vislumbrado como um verdadeiro parceiro estratégico da organização, voltado para o alto desempenho, produtividade e bem-estar de equipe, direcionamento seus esforços para o desenvolvimento dos colaboradores e, consequentemente, para melhores resultados institucionais.

Para entender exatamente qual é a função do RH nas empresas, continue a leitura deste conteúdo que foi preparado especialmente para você!

 

Qual a verdadeira função do RH?

A verdadeira função do setor de Recursos Humanos, o RH, é gerir de forma efetiva e estratégica o capital humano da empresa, funcionando como um elo entre interesses individuais e organizacionais, alinhando, simultaneamente, o desenvolvimento dos profissionais e o crescimento do negócio.

Isso engloba a análise de desempenho de cada colaborador, o fornecimento de treinamentos e capacitações, retenção de talentos, controle de taxa de turnover, planejamento estratégico, recrutamento de bons funcionários, entre vários outros fatores.

 

Lembrando: o RH não necessariamente é o DP

Como mencionamos no início do texto, o RH está assumindo um papel cada vez mais estratégico nas organizações, abraçando a missão de criar valor para o negócio, ajudando-o a vencer em seu mercado.

No entanto, toda a parte burocrática e operacional ainda precisa ser realizada. Afinal, os colaboradores precisam ser corretamente registrados, precisam receber seu pagamento, e tudo deve estar em conformidade com o que rege a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) ou com o tipo de contrato em vigor.

E é aí que entra o Departamento Pessoal (DP). Muitas empresas fazem uma divisão entre os setores, deixando o DP com a responsabilidade pela burocracia e legislação relacionadas à gestão de pessoal, enquanto o RH foca no trabalho estratégico que contribui efetivamente para agregar valor ao negócio.

Assim, cabe ao RH alinhar o conhecimento que possui sobre pessoas, com o conhecimento a respeito do negócio, o que envolve um profundo entendimento sobre os produtos ou serviços oferecidos pela organização, bem como sobre as tendências, os clientes, a trajetória e o momento atual da empresa, além, é claro, da projeção de cenários futuros.

 

Funções exercidas pelo RH

E quais são as diversas funções exercidas pelo RH? Abaixo vamos explicar algumas das principais funções de um setor de Recursos Humanos, que também pode ser conhecido como Gente e Gestão.

 

Fazer um bom planejamento estratégico

Uma das principais atribuições de um RH é o planejamento estratégico. Fazer o planejamento estratégico do RH é uma das formas mais eficazes de alinhar os objetivos do setor aos objetivos organizacionais.

Isso porque o planejamento estratégico do RH é um desdobramento do planejamento estratégico da empresa. Ou seja, é o momento em que o setor analisa como pode contribuir para os objetivos gerais da organização.

Assim, são levados em consideração tanto aspectos da própria área, como melhoria de processos internos, quanto aspectos relacionados ao capital humano de todos os outros setores, levantando, por exemplo, a necessidade de mais investimento em treinamento e desenvolvimento.

Em um planejamento estratégico são colocadas metas a serem batidas e prazos a cumprir, sempre com base em informações de desempenho dos profissionais que irão executar tais tarefas. Durante esse meio tempo (entre o início e a data final do prazo), são acompanhadas as métricas, para a análise constante sobre a evolução do objetivo em questão, bem como sobre a necessidade de reajuste de prazo.

 

Contratar bons colaboradores

O papel do RH também envolve atrair, recrutar e selecionar bons colaboradores, além, é claro, de garantir um processo de onboarding bem estruturado e efetivo.

Assim, cabe ao setor fazer a descrição correta das atribuições de cada função, anunciar as vagas nos canais mais adequados, além de criar dinâmicas e entrevistas de emprego estratégicas, envolvendo testes que simulem situações reais do cotidiano da empresa, colocando em xeque as habilidades de um possível novo colaborador.

Dessa forma, os Recursos Humanos são responsáveis não somente por “contratar novos funcionários”, mas por encontrar os melhores talentos disponíveis no mercado para suprirem a necessidade da organização.

 

Reter talentos

A taxa de turnover representa a rotatividade de funcionários em uma empresa, seja ela de pequeno, médio ou grande porte. Um bom líder sempre tem em mente a necessidade de reter seus talentos o máximo possível.

Quanto mais alta a taxa de turnover, mais rápido é o “entra e sai” de colaboradores, o que significa mais custo com rescisões de contrato e mais desgaste com novos processos de recrutamento e seleção.

Para reter seus talentos, o RH precisa criar um ambiente saudável para seus colaboradores, que valorize sua saúde mental e também a física. Além disso, deve buscar promover capacitações constantes, “energizar” e motivar seus talentos, para que os mesmos vivenciem a sensação de pertença, ou seja, de que realmente são reconhecidos e valorizados pela instituição.

 

Criar planos de carreira

Qual é a função do RH nas empresas? Uma delas é a criação de planos de carreira para os colaboradores – mais uma excelente maneira de reter os talentos na empresa; afinal, a estagnação e falta de perspectiva de crescimento são grandes fatores de insatisfação profissional e, consequentemente, de busca por novas oportunidades.

Assim, é preciso conhecer os objetivos individuais de cada colaborador e alinhá-los aos objetivos da empresa, deixando claro até onde ele pode chegar e o que precisa fazer para chegar lá.

Dessa forma, o RH pode criar um plano de carreira para cada colaborador, buscando aperfeiçoar competências técnicas e comportamentais, e estipulando metas para seu desenvolvimento pessoal e profissional.

Para ajudar o colaborador a alcançar as metas estipuladas, o RH deve oferecer programas de treinamento e desenvolvimento apropriados.

Ao investir no plano de carreira dos seus colaboradores, o RH não somente está valorizando cada profissional, como também está melhorando a visão da sua marca perante o mercado.

Com isso, queremos dizer que os melhores talentos irão procurar pela sua empresa. Quando um bom talento vê que o setor de Recursos Humanos valoriza seus funcionários com a criação de um plano de carreira, visando o desenvolvimento pessoal e profissional de cada um, este também irá querer fazer parte daquele time.

Assim, sempre que processos de recrutamento e seleção forem abertos, mais e mais talentos irão procurar se inscrever para garantir uma vaga na empresa.

 

Realizar gestão de desempenho

A gestão de desempenho é um processo adotado pelas empresas para melhorar a performance dos seus colaboradores, individual e coletivamente, a fim de que essa melhoria seja sentida, também, nos resultados organizacionais.

Essa é uma função muito importante do RH, pois ajuda a empresa a elevar constantemente seus padrões de produtividade e qualidade.

A gestão de desempenho deve estar sempre alinhada aos objetivos gerais da organização e deve ser cíclica, ou seja, não pode ter fim.

Ela começa com o levantamento de expectativas e definição de metas, segue com o acompanhamento das atividades e, de tempos em tempos, tem-se a avaliação de desempenho.

A avaliação de desempenho é a avaliação formal de todo o processo até este momento. Normalmente, gestor e colaborador se reúnem para uma sessão de feedback e para que seja feita a mensuração do desempenho durante o ciclo que passou.

Por fim, são listadas uma série de ações de melhoria que vão pautar o desenvolvimento do colaborador em questão, para que ele trabalhe os aspectos definidos no próximo ciclo.

Esta etapa se mistura à etapa 1, que diz respeito à definição de expectativas e metas. É por esse motivo que afirmarmos que a gestão de desempenho é um processo cíclico que se reinicia automaticamente!

 

Proporcionar treinamentos com base nas análises de desempenho

Outra função muito importante do setor de Recursos Humanos é o desenvolvimento dos colaboradores.

As análises de desempenho sinalizarão as oportunidades de melhoria específicas de cada colaborador. Além disso, os planos de carreira também vão mostrar algumas lacunas e necessidades de capacitação.

Com base em tudo isso, o RH pode promover treinamentos que atendam efetivamente às demandas dos colaboradores e da empresa, segmentando os profissionais que precisam participar de cada ação, criando, inclusive, uma trilha mais personalizada de desenvolvimento.

 

Promover um bom clima organizacional

Promover um bom clima organizacional é uma atribuição essencial do RH.

O clima organizacional pode ser definido como “um conjunto de propriedades mensuráveis do ambiente de trabalho, percebidas direta ou indiretamente pelos indivíduos que vivem e trabalham neste ambiente, e que influencia a motivação e o comportamento das pessoas”, de acordo com dois dos pioneiros nos estudos nessa área, os psicólogos Litwin e Stringer.

Dessa forma, cabe ao RH identificar e mensurar tais propriedades, além, é claro, de atuar diretamente sobre elas, visando atender às necessidades e expectativas dos colaboradores.

Assim, o setor consegue intervir de forma precisa em praticamente todos os aspectos que compõem o dia a dia dos profissionais, englobando desde a preparação da liderança e o relacionamento com colegas até a infraestrutura da empresa e os sentimentos que a instituição desperta em seus funcionários.

Tudo isso, é claro, ajuda a promover um ambiente de trabalho mais agradável, saudável, produtivo, alinhado à cultura e aos valores organizacionais, e que estimule cada vez mais o envolvimento e comprometimento do capital humano.

 

Gerar novos líderes

O papel de gerar novos líderes também é função do RH. Uma empresa de qualidade é aquela que, além de possuir bons líderes, forma novos.

Com uma política de treinamentos constantes, planos de carreira e gestão de desempenho, é possível encontrar colaboradores com perfil de liderança.

Dessa forma, o setor de Recursos Humanos fica responsável por “lapidar” esse novo líder, desenvolvendo nele as habilidades fundamentais da liderança, abrangendo tanto competências técnicas quanto comportamentais.

 

Como o seu RH está em relação a todas essas funções?

As funções do RH são muitas, e todas são fundamentais para o desenvolvimento dos colaboradores, para a melhoria do desempenho e do clima, bem como, é claro, para o alcance de melhores resultados e crescimento organizacional. Mas, como o setor de Recursos Humanos da sua empresa está em relação a tudo isso?

É praticamente impossível para o RH exercer a sua verdadeira função, se os profissionais do setor ainda precisarem dar conta de processos tão complexos sozinhos, contando com a ajuda de planilhas feitas à mão…

Se este texto fez você perceber o quanto é importante para uma organização poder contar com um RH estratégico, que consiga executar com maestria todas as suas funções, dê o primeiro passo para fazer isso acontecer: saiba mais sobre o HCM, um software especialmente elaborado para o RH, utilizado por organizações que buscam agilidade, inovação e competitividade!

Entre em contato conosco e descubra como ajudar o seu RH a ser um parceiro estratégico e agregador de valor para a sua empresa!

E-mail: contato@forbiz.com.br
Telefone: (41) 4042-1026
WhatsApp: (41) 98785-2796